modalisboa summer 2015 #fashion week

abriu bem. com o desfile de Ricardo Preto nos Paços do Concelho. é designer que sigo sempre com alguma expetativa.

gostei, mas devo dizer que prefiro a sua sugestão militar em bordeaux - grande tendência - às franjas.

destaque para a tentativa de internacionalizar a moda com participações/evocações de fora: o habitual guest designer, a modelo brasileira em Cía Marítima (marca convidada), reminiscências asiáticas em Saymynamehomenagens tribais em (Lidija) Kolovrat 

e - ponto alto da noite - a referência islâmica em @Filipe Faísca, inteligentemente coordenada com a arte e a comunicação (sua importância), numa metáfora gira construída com o apoio da artista plástica Joana Vasconcelas

@Miguel Vieira foi um clássico - seguro.

na moda em geral muito sportstyle, muito preto, muito branco (au monochrome ao máximo), muitas listas - pouca variação gráfica, o que é uma pena, porque as tendências noutras capitais já revelaram que existirá além disso (e os quadrados largos que não sendo tartan remetem para outros - novos - grafismos? ). 

Carlos Gil, a novidade, não foi, para mim e por isso mesmo, novidade - eu explico: pouca inovação, mais do mesmo.

um aplauso para @Pedro Pedro - para mim o melhor ! ADOREI TODA A COLEÇÃO

no geral, a moda foi mais desfile de gentes do que de moda efetivamente (errr). faltou algum glamour, alguma inovação, muita criatividade. compreendo que os designers portugueses pensem coleções vendáveis (é o contexto económico, são os fracos apoios), mas acho que é essencial manter o factor novidade: em matérias, corte, estória, espetáculo.

anyway, a moda portuguesa está (sempre) de parabéns. 

image credits @ruivasco, modalisboa & @catarinabaptista

for more pics check my @insta