Esta é a ponte que deixei de atravessar com regularidade há alguns meses - primeiro porque não estava; agora porque o meio de transporte é outro. Nem chega a ser a crise; basta ser mais prático.

Esta é a ponte que me lembra (também) as coisas mais simples.

Que o país tem uma luz maravilhosa. Que o mar nos acompanha para onde quer que escolhamos ir.

Que é bom regressar a casa. Que é bom haver quem nos espere.

E que há coisas tão simples - e mais valiosas - que o dinheiro que não temos (ou aquele que vamos tendo). HSC faz referência no seu livro a uma observação feito pelo ex-embaixador do Reino Unido, numa entrevista ao Expresso, aquando da sua presença em Portugal. Sobre algumas coisas que ele espera que não mudem por cá, refere-se ‘sair da praia num fim de tarde e jantar um peixe grelhado com um bom vinho, entre amigos, não tem preço para os portugueses’.

Ou seja, pobrezitos, mas alegritos. E com saúde, de preferência.

E a ponte - ela própria e esta imagem que é dela - também me lembra a verdade desta afirmação.

E outra coisa, que é no fundo o propósito desta conversa (escrita).

A primeira exposição de ‘iPhoneography’ em Portugal, do fotógrafo Daniel Fonseca, para ser vista no ‘Pois, café’.

Basicamente é uma exposição de fotografias captadas através do iPhone.

E esta ponte vem (é) de lá. 

Só por me ter obrigado a esta viagem (escrita), já demonstra potencial.    

Para ver até Setembro.