Esta manhã partilhei-a via facebook, através da página do site ‘Carga de Trabalhos’. Não foi preciso chegar ao fim do dia para perceber que é um trabalho giro giro e que merece ser divulgado (o delay foi só uma questão de tempo). E eis que algo tão tradicional se multiplica em sofisticação e modernidade, sem perder a identidade. Pelo contrário, reforça-a. De repente, estamos perante uma nova iguaria, que só o é pelas ilustrações. Parabéns à FANQ! e ao ilustrador André Carrilho. Não conheço (nenhum dos dois), mas fiquei com vontade. 

Esta manhã partilhei-a via facebook, através da página do site ‘Carga de Trabalhos’. Não foi preciso chegar ao fim do dia para perceber que é um trabalho giro giro e que merece ser divulgado (o delay foi só uma questão de tempo). E eis que algo tão tradicional se multiplica em sofisticação e modernidade, sem perder a identidade. Pelo contrário, reforça-a. De repente, estamos perante uma nova iguaria, que só o é pelas ilustrações. Parabéns à FANQ! e ao ilustrador André Carrilho. Não conheço (nenhum dos dois), mas fiquei com vontade.