Perguntarão: então e ideias e projetos para o mês de Fevereiro?

Não sou nada adepta de grandes festividades - acho que o amor e as relações devem ser celebradas diariamente, com pequenos gestos, palavras e atitudes. 

MAS. (há sempre um mas)

Este ano será um bocadinho diferente. - porque cada vez mais acho que é preciso aproveitar o presente. (e porque bem feitas as contas daqui a 40 dias estarei a pisar as areias do deserto…!)

Sendo assim, aqui ficam as SUGESTÕES PARA O MÊS DOS NAMORADOS.

Já experimentaram o turismo dentro da própria cidade? Pode ser uma boa ideia - a minha ideia para este ano -, à parte de todos os presentes maravilhosos que estão lá para oferecermos. 

Aquilo que fica é quase sempre, e muito mais, o que se viveu, do que propriamente aquilo que se adquiriu.  

Portanto…

Estadia curta no HallChiado - mimoso e cheio de estilo, bem no centro da capital -, seguido de brunch de domingo. Alternativas boas:

- Pão de Canela

- Café na Fábrica

- Estufa Real, no Jardim Botânico da Ajuda (este fica mais fora do orçamento…)

Um programa giro e muito acessível em termos de preços.

Depois há os clássicos presentes…

- a CARTEIRA COACH branca é uma sugestão para o dia dos namorados que acho muito feminina e elegante

- as EMBALAGENS EDIÇÃO LIMITADA LUÍS ONOFRE são igualmente de cair para o lado: a ideia é oferecer, para além de um par de sapatos, a bebida favorita da cara-metade (para nós, mulheres), numa caixa linda e cheia de estilo; depois, brinde-se à relação! 

- se encontrarem por aí um colar qualquer de inspiração semelhante a este de Olivia Palermo - embaixadora do projeto Pikolinos Maasai (Quénia) para este ano - agarrem-no! e ofereçam-no.

E como nestas coisas (matéria de dinheiro), apesar de nunca haver, esgota tudo à velocidade da luz, o conselho é:

APRESSEM-SE.  

Fevereiro está à porta.