São estas as gordas ou os headlines ou os títulos (ou o que quiserem chamar) do Expresso às 23 horas de hoje. Portanto, o resumo (interpretativo) é mais ou menos este: como a RTP vai custar menos aos cidadãos o governo acha-se no direito de não aumentar ordenados (reduzir, já se sabe que reduz); consequência da consequência: o país, por intermédio dos cidadãos e suas forças (até policiais) anda a meio gás nos dois próximos meses. Em termos práticos, a economia perde. Mas, curiosamente, as empresas ganham. E os sucessos são-lhes reconhecidos pelo mérito dos CEO’s (não acho nada mal, só é giro). Enquanto nós nos entretemos com estas quezilas medíocres, Relvas vai-se entretendo com outras (bem mais giras e lucrativas): o canal que afinal sai mais barato a uns, será gratuito para outros. (não, a crónica de Clara Ferreira Alves não aparece ali por acaso). É neste país ‘transparente’ que vivemos. Só mesmo a bola para nos (vos) trazer algum contentamento. Está visto. P.S - Para ler as gordinhas (apetece-me ser mimosa) é preciso clicar na imagem. 

São estas as gordas ou os headlines ou os títulos (ou o que quiserem chamar) do Expresso às 23 horas de hoje. Portanto, o resumo (interpretativo) é mais ou menos este: como a RTP vai custar menos aos cidadãos o governo acha-se no direito de não aumentar ordenados (reduzir, já se sabe que reduz); consequência da consequência: o país, por intermédio dos cidadãos e suas forças (até policiais) anda a meio gás nos dois próximos meses. Em termos práticos, a economia perde. Mas, curiosamente, as empresas ganham. E os sucessos são-lhes reconhecidos pelo mérito dos CEO’s (não acho nada mal, só é giro). Enquanto nós nos entretemos com estas quezilas medíocres, Relvas vai-se entretendo com outras (bem mais giras e lucrativas): o canal que afinal sai mais barato a uns, será gratuito para outros. (não, a crónica de Clara Ferreira Alves não aparece ali por acaso). É neste país ‘transparente’ que vivemos.

Só mesmo a bola para nos (vos) trazer algum contentamento. Está visto.

P.S - Para ler as gordinhas (apetece-me ser mimosa) é preciso clicar na imagem.