'segredos' de uma iftar meal (ramadão):

o fasting quebra-se ao som da oração na mesquita mais próxima com uma tâmara e um copo de água.

segue-se a reza - ‘beijar o chão’ (na imagem) é protocolo.

e finalmente a confraternização à mesa. farta. com carne, peixe e opções vegetarianas. os doces, no fim, também não falham. e mais tâmaras. 

termina-se com um chá árabe e um chocolate de leite de camelo (este último acho que com carácter mais turístico do que propriamente tradicional). 

vai-se à mesquita. conversa-se com as emirati. pergunta-se-lhes onde é que habitualmente compram as suas abayas e quais as ‘normas’ impostas pelo ramadão.

dizem-me: ‘tempo de paz, de reflexão, de partilha e amizade’

pergunto-lhes: ‘e se se apaixonarem?’

respondem-me: ‘ninguém controla os seus sentimentos; nós também não. mas deixamos passar a época [nota: um mês] para avançarmos’. 

gosto disto. 

ps - aquela sou eu a tentar vestir uma abaya…